Você Já Foi Julgado Pela Aparência Ao Entrar Em Uma Loja

Você já deve ter sido mal atendida ou não atendida em alguma loja só porque você estava de shorts e chinelos. Quem nunca? Nossa fabulástica aluna Emanueli Maria preparou um artigo que fala exatamente sobre isso!! Continue lendo que ela vai te contar tudo sobre os pré-julgamentos que passamos diariamente só porque não estamos vestidas como o outro gostaria ou acha certo. E não esquece do CCC: Curtiu? Comente e Compartilhe!!

Que tal você trabalhar com MODA e ganhar MUITO dinheiro nessa nova profissão?


Quando entramos em uma loja, o que todo cliente espera é no mínimo ser bem atendido, certo??? E não é apenas pelo fato que vamos deixar nosso dinheiro lá ou porque é o trabalho do vendedor atender os clientes para conduzi-los a realização de uma venda. A gente espera um bom atendimento independente de como estamos vestidas. 

Mas para sermos bem atendidas, muita das vezes, temos que estar bem apresentáveis ou “aparentar ter dinheiro”.

E se você nunca passou por isso, deve conhecer alguém ou ter ouvido relatos de pessoas que já foram pré-julgadas pelo o que estavam vestindo na hora da compra.

Infelizmente, isso acontece mais do que imaginamos. Na última semana, tivemos um caso de pré-julgamento na Escola de Estilo Dany Padilla, trazido por uma colega e aluna do Curso de Personal Stylist  compartilhado por um “post” publicado em sua rede social que narrava mais um caso dessa desagradável experiência.

Depois de ler o post que fez, consegui observar três pontos cruciais: – valores, treinamento de atendimento ao cliente e o psicossocial do consumidor.

Como falei no início desse artigo, para muitas lojas, você precisa ter “cara de quem tem dinheiro”. Mas, o que seria isso?? Não se consegue estimar o poder aquisitivo de alguém por suas escolhas, no modo de vestir, por sua maneira de falar, ou por seu comportamento.

A verdade é que existem muitas pessoas empregadas por pessoas extremamente simples em sua aparência que quando é revelado sua condição financeira há grande espanto. Temos na história, por exemplo, muitos homens e mulheres que eternizaram seus nomes e construíram verdadeiros impérios, dentro de sua simplicidade.

O pré-julgamento quanto às condições financeiras de alguém é mais uma forma de exteriorização dos valores pessoais de quem “julga”. Põem na mesa as próprias limitações, do ponto de vista financeiro, econômico, social e humano, ignorância em todos os seus significados, além da falta de treinamento adequado para o Atendimento ao Cliente.

O trabalho que as marcas fazem, independente do porte, que começa pela construção de identidade, marketing, tecnologia na inovação de produtos, pesquisas, processo de produção entre outras etapas para que o produto chegue às lojas e principalmente para atrair o consumidor.

Vemos todo esse grandioso trabalho acabar em atendimentos nada inteligentes, quando o vendedor e/ou a equipe da loja destrata e ignora não só um possível comprador, mas a continuidade de todo o trabalho feito até o cliente chegar à loja. É notório que o bom atendimento tem um efeito de fidelização e é sem sombra de dúvidas a melhor propaganda que é o boca a boca.

Quando falei sobre atendimento nada inteligente, foi pelo fato que hoje vivemos em um mundo altamente tecnológico e nossa atenção e tempo é toda consumida pelos mini computadores mais conhecidos como smartphones… As pessoas estão cada vez mais carente de gestos de humanidade e atenção. E, se essa atenção começa pelo vendedor, é batata que vai conquistar o coração do seu possível cliente, senhor (a) vendedor (a)!!!

Por esse motivo, deixar nas mãos da equipe de venda a direção de alguma empresa, é como produzir uma bela peça em tecido nobre, com design e modelagem impecáveis por mãos que estranham tal refinamento! É como permitir que os valores da empresa ofuscados pelos valores pessoais dos vendedores.

Em tempos de alta competitividade do mercado, consegue se destacar quem consegue atribuir ao seu produto, além de qualidade e comprometimento, o valor humano.

O profissional Personal Stylist, antes de colocar em prática o conhecimento de moda e estilo, entende o comportamento humano. Estando capaz para treinar a equipe de vendas para que aconteça o atendimento correto ao cliente que se resume em analisar o perfil de cada individuo, evitando o pré-julgamento.

A análise do público alvo da marca aliado ao conhecimento de tipos de corpos, estilos e coloração pessoal, roupa apropriada para diversas ocasiões e comportamento, são conhecimentos valiosíssimos que não só ensinam o profissional de vendas a entender que toda pessoa é única e especial em sua singularidade, como também é uma ferramenta poderosa para aumentar as vendas.

Gostou do artigo que a Emanueli Maria preparou??? Ficou com vontade de incrementar a equipe de vendas de alguma loja deixando estes profissionais ainda mais capazes para atender qualquer tipo de pessoa? Então clica aqui  e assista uma aula gratuita com a Dany Padilla sobre o Curso Online de Personal Stylist da Escola de Estilo e descubra tudo sobre essa profissão que pode mudar a vida de muitas pessoas!

Você já conhece os Cursos da Escola de Estilo? Escolha o seu e comece hoje mesmo o SEU Caminho de Sucesso.

Emanueli Maria é Personal Stylist em formação e aluna da Escola de Estilo Dany Padilla

Gostou deste artigo? Vamos conversar sobre esse assunto. Faça seu comentário aqui embaixo.

Parabéns pela decisão!
Preencha os campos abaixo para continuar sua inscrição

ENVIAR 
Suas informações estão seguras
INSCREVA-SE AGORA!
Chat Online
Loading...