O que o fim da Revista Elle – e de mais 10 outras publicações, incluindo Cosmo e Estilo – pode nos mostrar sobre os novos hábitos do consumo? Leia esse artigo até o final e entre no debate e, já sabe: curtiu? Comenta e compartilha esse rico debate de ideias.

Muito se falou na semana passada sobre o fim da Revista Elle, mas o que pouco se comentou é sobre como isso impacta na vida de milhões e milhões de leitoras vorazes e, principalmente, sobre o futuro da comunicação de moda x comportamento do consumidor.

Sim, é verdade: estamos de luto, mas como todo luto que se preze, passada a missa de sétimo dia é necessário rever conceitos e perceber o que esse fato – o fim da Revista Elle aliado ao também fim da Revista Estilo – norteará sobre as minhas, as suas e as nossas ações.

Pensa comigo: faz um enorme tempo, a Kodak faliu por  não perceber a praticidade e rapidez que o consumidor buscava e encontrou nas fotografias digitais. Depois foi a vez das gravadoras de discos perderem terreno para os serviços de compartilhamento de música online – Napster entre eles – e mesmo esse por não perceber a nova onda da internet faliu quando serviços de streaming, como o Spotify, surgiram no radar do consumidor conectado em rápidas transformações. Na sequencia a Amazon veio com força total no mercado literário e declarou a falência de mais de uma editora que usava do papel para disseminar informação.

Sim… O papel!!!! Vilão dos tempos atuais, feito das árvores que geram oxigênio e mantém a sustentabilidade do planeta – outro comportamento tão e tão racional e atual: a conscientização dos hábitos de consumo x aquecimento global e futuro do nosso planeta.

Você está percebendo para onde estamos nos direcionando a partir desse momento???

É óbvio que esses fatores reverberariam na mídia escrita – principalmente nas publicações de moda, tão antenadas com os novos comportamentos dos consumidores – e culminaria no fim da Revista Elle – e de tantas outras publicações impressas. É óbvio para essa colunista quem vos escreve e deveria ser óbvio para você também que nos lê. Afinal, quem consome revista? Quem consome papel? Quem consome a nova moda? É a mesma pessoa que prega o discurso da conscientização e se preocupa com a saúde global pois pensa em dar um futuro melhor para si mesmo e para os seus: os millennialls.

E tem mais: Se os millennials não consomem papel e são os mais ativos e conscientes consumidores de internet e ditadores dos novos hábitos de consumo global, você tem alguma noção de qual será o futuro do comportamento do consumidor após o fim da Revista Elle e de tantas outras no mesmo segmento?

Siiimmmmm… O futuro chegou e está presente na vida de bilhões no planeta. E o presente, que é um enorme presente para nós que não temos tempo para nada e consumimos informação a jato, tão em voga nos tempos atuais é a famosa internet. A mesma internet que traz esse texto para você é a mesma que decretou o fim da Revista Elle.

E minha pergunta para você é: o que você está fazendo para se preparar para o futuro que já chegou?

Como está sua relação de consumo e, principalmente, como você está se posicionando como marca perante os novos comportamentos do consumidor?

Você consegue perceber que quem entende e domina o mercado digital ganha de lavada da concorrência? Você consegue perceber o ganho maravilhoso para nós, simples consumidores mortais, com o fim do monopólio das grandes editoras, que teve seu ápice declarado pela Abril quando decretou o fim da Revista Elle e deixou milhões de seguidores órfãos daquela excelente publicação?

Sim, o poder do consumo está onde sempre deveria estar: na mão do consumidor.

Na minha, na sua, na mão de milhões de pessoas que consomem o que desejam, valorizam os seus semelhantes num lindo processo de desenvolvimento da sua autoestima, da valoração do ser único em detrimento do coletivo e de um enorme processo de resgate da sua autoestima, do seu amor pelo UM, e não pelo TODO.

E é agora que você que é uma pessoa extremamente antenada com o futuro que é presente, com a disseminação cada vez maior do poder da comunicação pela internet e a venda de informação online que se apresenta.

E vou te contar um segredo que vai te fazer pensar….

Sabe….. Não é por acaso que vc está lendo esse artigo… na verdade você está lendo esse artigo pois foi impactado por alguma estratégia de marketing devidamente pensada para conduzir você até realizar essa ação, que é a de ler esse artigo.

 

E tem conto mais, caro leitor. Tenho certeza de que você chegou até mim por conta de algumas dessas estratégias:

  •  Você está na minha lista de e-mail marketing, provavelmente impactado por alguma isca digital, tal como uma aula grátis minha “Como montar o look perfeito e ganhar dinheiro com moda” é uma delas. Daí você entrou num funil AIDA e recebe minhas atualizações sempre que são postadas.
  • Você viu um post impulsionado desse artigo no Facebook ou no Instagram, ficou curioso e resolveu saber do que se trata.
  • Você quis saber mais sobre o fim da Revista Elle no Google e se deparou com meu artigo, numa estratégia mista de tática da rêmora com programação de SEO.

Eita… você não entendeu nadica de nada do que estou falando e está se perguntando em que mundo eu vivo?

E eu pergunto a você em que mundo VOCÊ vive que ainda não conhece as técnicas mais básicas que farão você ganhar dinheiro onde está o seu consumidor, que é no mundo virtual.

Caso você tenha uma marca ou serviço de moda, o consumidor vai querer consumir seu conteúdo – que precisará ser direcionado para um público específico e extremamente nichado (numa estratégia que chamamos de “long tail”). No momento que seu cliente perceber que você é uma autoridade no seu nicho e começar a te admirar através da empatia que você gera nele, ele vai querer se espelhar em você (marketing pessoal – dicas do método FBI das Vendas) e vai comprar todos os seus produtos e serviços.

Lembre nesse momento que o cliente compra de quem ele gosta. E se seu cliente está na internet e gostar de você ele vai comprar de você, óbvio!

E vai consumir rápido tudo o que você oferece: informação, conteúdo de qualidade e relevante de moda, empoderamento e autoestima. E, principalmente, seu consumidor vai comprar todos os seus produtos e serviços. E sabe por que?

Por que VOCÊ tem a estratégia correta. VOCÊ fala a língua dele. VOCÊ entrega informação de qualidade. VOCÊ é confiável. E VOCÊ vende para ele exatamente o que ele deseja, da forma que ele deseja e com o comprometimento que ele necessita.

Ops… você não entende AINDA das estratégias de marketing digital com foco em moda? Você não aprendeu nada AINDA sobre técnicas de vendas que convertem? Você não sabe AINDA como gerar conteúdo de qualidade e relevante para seu nicho de audiência? Você não descobriu AINDA como fazer um marketing pessoal de qualidade que torne você uma autoridade relevante no seu segmento você está deixando dinheiro na mesa e podendo fazer parte da grande quantidade de pessoas ou empresas que não conseguem ir adiante nos seus objetivos e culpam a crise por conta dos seus fracassos.

E não, você não pode fazer isso pois o preço a ser pago é o sepultamento do seu sonho.

E se tem algo que a gente pode aprender com o fim da Revista Elle é que sonhos não são castelos de papel que podem ser desmoronados quando uma tsunami chamado internet chega e muda tudo. Sonhos são como sopros maravilhosos de vida que tem o poder de libertar, transformar e realizar. Com metas, com técnicas, com estratégias.

E se tem uma coisa que eu – como empreendedora que usou o poder da internet para aumentar seu faturamento cinco vezes em menos de um ano, contratando um monte de gente para a nossa equipe e tendo centenas de alunos e milhares de seguidores – posso fazer para mudar a sua vida agora e preparar você para os novos tempos, tempos atuais nos quais a internet se torna a maior aliada para conquistar clientes e vender produtos e serviços de moda é…. venha para o Imersão Fashion, o maior evento de empreendedorismo da moda digital do Brasil.

É uma imersão de 3 dias intensos, nos quais você vai entender tudo o que precisa fazer para iniciar ou alavancar seu negócio de moda, seja você uma pessoa que vende moda, uma pessoa influenciador digital, personal stylist, estilista, ou uma pessoa curiosa com o mundo virtual que deseja um novo rumo para a sua vida.

Vem. Mas vem logo. Pois o novo mundo não perdoa a procrastinação.

E o preço a pagar pode ser o sepultamento dos seus sonhos e projetos de vida e isso eu não desejo para você.

Curtiu esse artigo? Então eu convido você a fazer 3 coisas:

  • Acessa o site www.imersaofashion.com.br para saber mais sobre o evento que vai ensinar o passo-a-passo para você alavancar sua carreira no mercado da moda.
  • Compartilha esse conhecimento com suas amigas – posta nas suas redes sociais e convida sua rede a participar desse debate comportamental.
  • Comenta aqui embaixo. Dê sua contribuição nesse assunto riquíssimo e compartilha suas idéias comigo.

É sim ou sim?

Artigo escrito por Dany Padilla, fundadora da Escola de Estilo e CEO do Imersão Fashion